Você, como gestor, conhece os princípios básicos para alcançar o controle sobre a rotina fiscal do seu negócio? Uma boa gestão está ligada a diversas práticas empresariais, que, quando agregadas, garantem evolução e sucesso ao empreendimento. Organização, controle e adequação são processos fundamentais para lapidar qualquer departamento. No segmento fiscal, não é diferente, visto que o setor é responsável por obrigações essenciais.

Para tanto, é preciso planejamento, independentemente do tamanho do seu negócio. Estude, analise e elabore estratégias e métodos diferentes para atingir a rotina fiscal ideal. Para auxiliá-lo na estruturação, disponibilizaremos algumas dicas fundamentais para sua empresa. Acompanhe e confira!

Quais são os procedimentos básicos para implementar uma rotina fiscal eficiente?

Elabore um planejamento

As atividades que são realizadas pelo departamento oscilam de acordo com o porte da empresa, a demanda e as necessidades. Todavia, para avaliar todas as questões de forma consciente, é necessário um planejamento para deliberar a rotina fiscal.

Para dar início às mudanças, indicamos 5 passos cruciais para alcançar o planejamento ideal.

  • defina um objetivo;

  • faça um diagnóstico interno;

  • identifique os pontos positivos e negativos do setor;

  • elabore um plano de ação;

  • supervisione cada passo.

Lembre-se de que o passo mais importante, sem dúvidas, é concentrar toda energia em uma única direção. Quanto mais claro estiver o objetivo, mais prática se torna a missão do gestor para estruturar a rotina fiscal.

Realize reuniões com os colaboradores

Prepare sua equipe para as mudanças. Reunir-se, mensalmente, com todos os colaboradores da área fiscal é o segundo passo para alinhar as necessidades do setor junto ao gestor.

Durante as reuniões, busque integração e abra espaço para que os funcionários possam compartilhar ideias que visam à melhoria da rotina fiscal. Organize pautas que possibilitem a votação para questões que não são unânimes dentro da empresa, concedendo a participação dos colaboradores na tomada de decisões.

Deixar a equipe confortável para opinar sobre os processos de mudanças pode ser o grande diferencial para que a estruturação funcione de forma eficiente. Além disso, esse tipo de conduta melhora o relacionamento interpessoal e faz com que os funcionários se sintam importantes para a organização empresarial, deixando o ambiente mais produtivo e confortável.

Faça uso da tecnologia

A aquisição de um software especializado na área contábil/fiscal é uma ótima solução para os empresários que almejam o controle e a organização geral do empreendimento de forma bem prática.

Com simples adaptações, é possível localizar dados rapidamente, gerar inúmeros relatórios com base nos dados que já foram lançados e arquivar documentos fiscais no próprio programa, resolvendo alguns problemas, como o acúmulo de papéis praticidade, organização e controle de maneira segura e eficiente.

Contrate um consultor contábil

Procure uma orientação especializada. Contar com a assistência técnica de um profissional experiente pode ser fundamental para coordenar as mudanças do setor fiscal.

O consultor contábil vai garantir segurança para que os processos sejam realizados conforme a lei tributária. Além disso, o profissional atua em conjunto com o gestor, ou seja, contribui para a elaboração de novas estratégias, tendo em vista a praticidade no gerenciamento do serviço.

Identificar e anular falhas fiscais é responsabilidade desse profissional, além de oferecer suporte em circunstâncias que envolvam órgãos importantes, como:

  • Receita Federal do Brasil;

  • Junta Comercial;

  • Prefeitura;

  • Secretaria de Fazenda.

Qual é a importância da organização fiscal?

Observamos que, se não for preestabelecida uma rotina fiscal (padrão), as atividades corriqueiras do departamento se perdem, assim como documentações fiscais importantes.

Todas as empresas são obrigadas a manter, em boa guarda e ordem, todos os dados fiscais, enquanto não percorrido o prazo de vencimento de cada um, conforme previsto na legislação tributária brasileira.

Atualmente, 30% das sociedades empresariais perdem dados importantes, como notas fiscais, guias, livros, declarações e autorizações, devido à desorganização do departamento. Porém, alertamos que esse tipo de comportamento pode acarretar complicações processuais, sendo sujeito, inclusive, à multa.

Por isso, ressaltamos a importância de manter a organização e o controle do segmento, afinal de contas, você não quer receber punições em razão de falhas em procedimentos. Portanto, inicie a estruturação da rotina fiscal na sua empresa e conte-nos, nos comentários, quais foram os primeiros resultados obtidos!

APTC Contabilidade
Autor

Tudo sobre contabilidade.

Escreva um comentário